Exercício da Birra

O primeiro passo é reconhecer a ferida, reconhecer o que dói.

- O que estou sentindo?
- O que está doendo?
- Do que estou com medo?
- Quando foi a primeira vez que me senti assim?

Observe as sensações que se repetem ao longo da sua vida.
Reconheça os medos e dores que você acessa e a forma como tenta se "proteger" dessas dores.
Ao observar e refletir, vamos percebendo a dinâmica que criamos, as máscaras que usamos para lidar com nossas dores.